sexta-feira, 29 de outubro de 2010

500 anos esta noite

De onde vem essa mulher 
que bate à nossa porta 500 anos depois?
Reconheço esse rosto estampado
em pano e bandeiras e lhes digo:
vem da madrugada que acendemos
no coração da noite.
De onde vem essa mulher
que bate às portas do país dos patriarcas
em nome dos que estavam famintos
e agora têm pão e trabalho?
Reconheço esse rosto e lhes digo:
vem dos rios subterrâneos da esperança,
que fecundaram o trigo e fermentaram o pão.
De onde vem essa mulher
que apedrejam, mas não se detém,
protegida pelas mãos aflitas dos pobres
que invadiram os espaços de mando?
Reconheço esse rosto e lhes digo:
vem do lado esquerdo do peito.
Por minha boca de clamores e silêncios
ecoe a voz da geração insubmissa
para contar sob sol da praça
aos que nasceram e aos que nascerão
de onde vem essa mulher.
Que rosto tem, que sonhos traz?
Não me falte agora a palavra que retive
ou que iludiu a fúria dos carrascos
durante o tempo sombrio
que nos coube combater.
Filha do espanto e da indignação,
filha da liberdade e da coragem,
recortado o rosto e o riso como centelha:
metal e flor, madeira e memória.
No continente de esporas de prata
e rebenque, o sonho dissolve a treva espessa, recolhe os cambaus, a brutalidade, o pelourinho,
afasta a força que sufoca e silencia
séculos de alcova, estupro e tirania
e lança luz sobre o rosto dessa mulher
que bate às portas do nosso coração.

As mãos do metalúrgico,
as mãos da multidão inumerável
moldaram na doçura do barro
e no metal oculto dos sonhos
a vontade e a têmpera
para disputar o país.
Dilma se aparta da luz
que esculpiu seu rosto
ante os olhos da multidão
para disputar o país,
para governar o país.

(Pedro Tierra)
Brasília, 28 de outubro de 2010.

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

domingo, 10 de outubro de 2010

VAMOS POSTAR NOS NOSSOS SITES E BLOGS!

JUIZ MANDA YOUTUBE RETIRAR VÍDEO DE PARÓDIA DA FAMÍLIA RORIZ

Postado 08 outubro 2010 | Humor,Política,Vídeo,Web   
Abaixo, na íntegra, notícia que saiu no Folha Online:
O juiz eleitoral auxiliar Teófilo Rodrigues Caetano Neto determinou a retirada do YouTube de um vídeo que faz uma paródia do seriado “A Grande Família”, da TV Globo, com a candidata ao governo do Distrito Federal, Weslian Roriz (PSC), e os ex-governadores do DF Joaquim Roriz (PSC) e José Roberto Arruda (sem partido).
As filhas do casal –a deputado federal eleita Jaqueline Roriz (PMN) e a deputado distrital eleita Liliane Roriz (PRTB)– também aparecem na paródia. O pedido foi feito pelas coligações que a família Roriz fez parte nestas eleições.
Depois de citado, o Google tem um dia para tirar o vídeo o ar sob pena de multa diária de R$ 10 mil. A decisão também determina que a empresa identifique os responsáveis pelo conteúdo.
Para o juiz, as sátiras políticas não podem usar uma fórmula que ofendam as personalidades, mesmo sendo legitimas manifestações de pensamento.
Ontem, Weslian Roriz também pediu a retirada de outros vídeos.
Dois deles reproduzem imagens de Weslian no debate realizado pela TV Globo no primeiro turno das eleições. Na ocasião, a candidata do PSC se mostrou pouco à vontade ao esquecer o assunto de uma pergunta, não responder a questionamentos e perder quase todos os minutos de um bloco ao procurar uma “cola” em um bloco de papéis sobre gestão pública.
Outro vídeo faz uma edição de uma das respostas de Weslian no debate, na qual a candidata se confundiu e chegou a dizer que iria defender “aquela corrupção”.
O último vídeo, chamado de “laranja madura independente”, mostra a primeira entrevista coletiva de Weslian na qual Roriz “sopra” em seu ouvido uma resposta. “Meu marido sabe responder”, disse Weslian depois da orientação de Roriz.
E aproveitem para assistirem ao vídeo, antes que ele saia do ar. E temos que lutar pela liberdade de expressão, pois no Brasil cada vez mais nossa voz não vale nada.

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Marina morena Marina, você se pintou...

"Marina, morena Marina, você se pintou” – diz a canção de Caymmi. Mas é provável, Marina, que pintaram você. Era a candidata ideal: mulher, militante, ecológica e socialmente comprometida com o “grito da Terra e o grito dos pobres”, como diz Leonardo.
Dizem que escolheu o partido errado. Pode ser. Mas, por outro lado, o que é certo neste confuso tempo de partidos gelatinosos, de alianças surreais e de pragmatismo hiperbólico? Quem pode atirar a primeira pedra no que diz respeito a escolhas partidárias?
Mas ainda assim, Marina, sua candidatura estava fadada a não decolar. Não pela causa que defende, não pela grandeza de sua figura. Mas pelo fato de que as verdadeiras causas que afetam a população do Brasil não interessam aos financiadores de campanha, às elites e aos seus meios de comunicação. A batalha não era para ser sua. Era de Dilma contra Serra. Do governo Lula contra o governo do PSDB/DEM. Assim decidiram as “famiglias” que controlam a informação no país. E elas não só decidiram quem iria duelar, mas também quiseram definir o vencedor. O Estadão dixit:Serra deve ser eleito.
Mas a estratégia de reconduzir ao poder a velha aliança PSDB/DEM estava fazendo água. O povo insistia em confirmar não a sua preferência por Dilma, mas seu apreço pelo Lula. O que, é claro, se revertia em intenção de voto em sua candidata. Mas “os filhos das trevas são mais espertos do que os filhos da luz”. Sacaram da manga um ás escondido. Usar a Marina como trampolim para levar o tucano para o segundo turno e ganhar tempo para a guerra suja.
Marina, você, cujo coração é vermelho e verde, foi pintada de azul. “Azul tucano”. Deram-lhe o espaço que sua causa nunca teve, que sua luta junto aos seringueiros e contra as elites rurais jamais alcançaria nos grandes meios de comunicação. A Globo nunca esteve ao seu lado. A Veja, a FSP, o Estadão jamais se preocuparam com a ecologia profunda. Eles sempre foram, e ainda são, seus e nossos inimigos viscerais.
Mas a estratégia deu certo. Serra foi para o segundo turno, e a mídia não cansa de propagar a “vitória da Marina”. Não aceite esse presente de grego. Hão de descartá-la assim que você falar qual é exatamente a sua luta e contra quem ela se dirige.
“Marina, você faça tudo, mas faça o favor”: não deixe que a pintem de azul tucano. Sua história não permite isso. E não deixe que seus eleitores se iludam acreditando que você está mais perto de Serra do que de Dilma. Que não pensem que sua luta pode torná-la neutra ou que pensem que para você “tanto faz”. Que os percalços e dificuldades que você teve no Governo Lula não a façam esquecer os 8 anos de FHC e os 500 anos de domínio absoluto da Casagrande no país cuja maioria vive na senzala. Não deixe que pintem “esse rosto que o povo gosta, que gosta e é só dele”.
Dilma, admitamos, não é a candidata de nossos sonhos. Mas Serra o é de nossos mais terríveis pesadelos. Ajude-nos a enfrentá-lo. Você não precisa dos paparicos da elite brasileira e de seus meios de comunicação. “Marina, você já é bonita com o que Deus lhe deu”.

sábado, 2 de outubro de 2010

RECADO DE AGNELO AOS MILITANTES DE SUA CAMPANHA!

Depois de tantas incertezas, tanta luta e uma intensa campanha, finalmente chegou a hora de elegermos Agnelo Governador do Distrito Federal. Durante todos esses dias muitas coisas boas aconteceram, mas é importante destacar duas: a capacidade do nosso candidato de representar o projeto político para construirmos um novo caminho para a Capital Federal e a mobilização aguerrida da militância, que, mais uma vez, não deixou a desejar.
As conquistas do governo do presidente Lula e a real possibilidade de elegermos Dilma presidente reacenderam a vontade de todos nós irmos às ruas em defesa de mais avanços. Mas não apenas isso: milhões de pessoas se conectaram as redes sociais para opinar e compartilhar informações.
Sobretudo pela efetiva participação dos internautas, tivemos, talvez pela primeira vez na história, uma cobertura eleitoral democrática e plural. Por isso, queremos agradecer a cada um e a cada uma que dedicou seu tempo para agitar a internet e escrever esta bela vitória, que com certeza teremos ao fim da noite de domingo.
Esperamos vocês no estacionamento do ginásio Nilson Nelson, domingo (03/10), a partir das 17 horas, para juntos iniciarmos nossa trajetória rumo a UM NOVO CAMINHO!
Um forte abraço,
Agnelo Queiroz

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

terça-feira, 21 de setembro de 2010

A reta final da campanha e a esperança de um novo caminho!

A reta final da campanha chegou e junto com ela, toda a tensão natural que envolve os cidadãos nesses momentos de disputa eleitoral. Há poucos dias fomos acordados com notícia de que havia sido marcado o julgamento de Joaquim Roriz no Supremo Tribunal Federal, então, cresce mais e mais a expectativa no mesmo instante em que temos um monte de dúvidas: A lei da Ficha Limpa vale para esse ano? Será que os ilustres magistrados vão conceder o recurso a Roriz? Será que estão levando em consideração as 100 mil assinaturas enviadas em prazo recorde, a favor da utilização da lei ainda neste pleito? Sem dúvida os questionamentos são muitos, e válidos.

Desde a condenação de Joaquim Roriz no TSE e a subsequente negativa do ministro Ayres Brito, existe a polarização entre grupos. Há os que acreditam que a vontade do povo e a visão do TRE e TSE serão acatadas, afinal, Roriz é ficha suja, e isso, todos já sabemos. Também existe o grupo mais cético que, embalados pelas notícias que a velha mídia pautalinamente vem divulgando, sempre no patamar das especulações, acreditam num placar de 6 votos a 4, e com esse placar a lei não valeria para as eleições desse ano. E o último e mais surreal deles é o grupo que torce mesmo pela fala. " sou candidato sim", proferida pelo velho coronel do centro-oeste. Sabe o que esses três grupos têm em comum, nenhum deles afirma que Roriz é inocente, nem mesmo o próprio. Pesam os mais de 100 crimes em que aparece o nome do ex- governador, propinas, subornos, bezerras, desvio de verbas. São apenas alguns pontos de um vasto currículo criminal desse senhor.

Se, quase, todos sabemos do envolvimento de Roriz o que esperar das vozes na justiça máxima do Brasil. Esta certamente é uma incógnita. Cabe a nós mostrar nas urnas, com nosso voto, que estamos cansados dessa bandalheira que tomou conta da política Candanga nos últimos 14 anos. Com a lei da ficha suja valendo ou não, é nosso dever aproveitar a virada histórica, da qual somos protagonistas, para banir da política do DF um dos principais responsáveis pela vexatória situação política que o Distrito Federal se encontra!

Uma coisa é fato! Será difícil aguentar mais vez a vitimização daqueles que, a muito, sabemos ter culpa no cartório. Não valendo a lei, a tentativa de mais uma vez, enganar a população com falsas promessas e discursos apelativos é uma provável situação. Podemos esperar muitas outras cartadas na tentativa de "virar o jogo". Mais que isso, com certeza, alguns até virarão a casaca. Já era de se esperar!

Mas, não precisamos contar com a decisão do STF para garantir o resultado da eleição deste ano. Já estamos bem a frente nas pesquisas. A batalha dia a dia, até 03 de Outubro é umas das formas de garantir que nossa vontade irá valer. Se o Supremo Tribunal Federal vai atender ao clamor popular, não sabemos. O que está certo e claro é que temos nas mãos, o instrumento necessário para fazer valer a lei: nosso voto! E a luta para garantir a vitória nas urnas é dever de todos aqueles que acreditam que precisamos. e muito, mudar o estado de coisa em que nos encontramos.

Se derrotado, nas urnas Roriz afirmou que deixará a política. É certo que a verdade não é o seu forte, mas não podemos perder essa oportunidade! Vamos que vamos, Distrito Federal, por um novo caminho!

domingo, 19 de setembro de 2010

Decisão favorável a Joaquim Roriz pode provocar "efeito cascata" em todo Brasil

Políticos corruptos de todo o Brasil aguardam julgamento do STF sobre a
validade da candidatura de Joaquim Roriz e dependendo da decisão, todos
poderão ser liberados nas eleições de outubro, em um efeito "cascata".*

Políticos corruptos que tiveram as suas candidaturas barradas pelos
Tribunais Eleitorais estão *apelando para o Supremo Tribunal Federal* (STF)
questionando a constitucionalidade da Ficha Limpa. Os 10 Ministros do STF
estão divididos e o julgamento pode acontecer a qualquer momento. Porém, se
um grande número de brasileiros defenderem a Ficha Limpa, nós
poderemos *influenciar
os Ministros indecisos a votarem a favor da política limpa.*

Juntos nós passamos a Ficha Limpa e tiramos 242 políticos corruptos das
eleições de outubro. Agora vamos garantir que o STF defenda a Ficha
Limpa. *Assine a petição urgente e encaminhe para todos* ela será entregue para o
Presidente do STF esta semana.

Segue o link: http://www.avaaz.org/po/ficha_limpa_supremo/?cl=745583617&v=7149

Seguidores